Split, a menina catita da Croácia

No século IV, havia um povoado de frente para o mar Adriático. O então imperador romano Diocleciano, um militar exemplar e um péssimo administrador, começou a pensar na aposentadoria em algum lugar com muito sol. Diocleciano, um dos mais acirrados perseguidores do cristianismo, mandou construir um palácio no povoado, abdicou do trono e foi morar na atual cidade de Split. Quando o ex-imperador romano morreu, o espaço entre muralhas do palácio passou a ser ocupado por sobreviventes de invasões na cidade e até mesmo por riquíssimos comerciantes de Veneza. O resultado mais visível é a incrível mistura de construções e o museu de ruínas romanas ao ar livre. Minha passagem pela cidade foi muito rápida e não creio de vá voltar lá um dia, pelo tanto que ainda quero conhecer. Mas aconselho uma visita à Split com muita calma para aproveitar algo encantador que me parece vir justamente da mistura das construções e das histórias das pessoas que moraram e moram na cidade. Divirtam-se!!!

 

2 comentários em “Split, a menina catita da Croácia

  • Fevereiro 17, 2016 em 11:19 pm
    Permalink

    mais uma vez, você nos brinda com tanta informação histórica, em vídeo de beleza ímpar!!!!!!!

  • Fevereiro 28, 2016 em 7:12 pm
    Permalink

    meu conhecimento do mundo a fora esta crescendo!
    graças a tuas interessantes histórias…
    pedaços do mundo que nunca vimos….
    e que nos mostra com muita propriedade.., qualidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.