Mosteiro da Batalha – a dádiva de Aljubarrota / primeira parte

De forma alguma, em nenhuma circunstância, o que veremos juntos (as ) substitui uma visita presencial ao Mosteiro da Batalha. É muito melhor estar lá, sentir a energia de cada metro quadrado. O monumento português, Patrimônio Nacional desde 1907, fica a 150 km de Lisboa, a 20km da cidade de Fátima e bem ao lado de outra joia que é o Mosteiro de Alcobaça, na cidade de Alcobaça. Próximo do Mosteiro de Santa Maria da Vitória, mais conhecido como Mosteiro da Batalha, aconteceu a “batalha” de Aljubarrota, no dia 14 de agosto de 1385. De um lado, as tropas portuguesas e os aliados ingleses; do outro, soldados do exército do reino de Castela. Os portugueses estavam em grande desvantagem na luta e uma derrota avassaladora seria o mais previsível. Por isso, Dom João I, mestre de Avis – dinastia famosa pelos descobrimentos -, pediu ajuda à Virgem Santíssima. Pela primeira vez, soldados da infantaria venceram a cavalaria inimiga e a Virgem recebeu, além dos agradecimentos dos portugueses vitoriosos, o mosteiro. A construção começou em 1388 e só terminou em 1517. Na verdade, não terminou – daí as Capelas Imperfeitas ou inacabadas. Quinhentos anos depois, a visita ao Mosteiro da Batalha é garantia de deslumbramento. Então, vamos até lá.  visitar o Mosteiro da Batalha. Divirta-se!…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.