Que inferno!

antena

Pago caro para ter um serviço que há muito existe e deveria ser simples: tevê por assinatura. Pois bem, nada tem de simples. Que saudade do vídeo cassete em que eu programava o canal, a hora e, ao chegar a casa, lá estava o que eu queria ver. E da antena interna que eu ajeitava da melhor maneira possível até encontrar a imagem menos assombrada. Agora, com o sinal por satélite, olho para o céu antes de sair de casa. Será que vai chover? Nem precisa chover, basta ventar. Algo um pouco mais forte que uma brisa, o sinal some. A chuva cai, o sinal some mesmo! … Cadê o que estava programado? Ninguém sabe, ninguém viu. Rima com o quê? É exatamente isso que me sai da boca. Pior é quando não venta, não chove e… cadê o que estava programado? Do jeito que a vida está doida, eu também devo estar doida, então vamos ver nos programas agendados. Lá está a programação para todos os dias da semana. Por que não gravou? Não sei e a criatura que atende na operadora também não faz ideia.

– A senhora tira o fio da tomada por dez segundos, depois coloca e vê se aparece. – é sempre o mesmo procedimento.

– Já fiz isso três vezes, querida. Também já tirei e recoloquei o cartão no aparelho. – vou adiantando porque, com certeza, será o próximo passo.

– Quer agendar uma visita técnica?

– Não sei se quero.

Porque não adianta. O problema nunca é no aparelho interno, o que fica na tevê.

– Aproveitando o telefonema e o tempo de espera, por que, constantemente, quando grava, o programa ou o filme não tem o final?

– Ah, isso é um problema dos canais. – a mocinha tem a resposta pronta. – Tem vezes que o programa começa atrasado.

– E ficamos assim? Vocês não deveriam estar em contato com os canais e fazer uma reprogramação dos horários? Sou eu quem tenho que saber se o programa está ou não atrasado? Ontem eu aceitei uma sugestão de vocês e vi um filme, da lista que vocês oferecem. Querida, fiquei sem saber o final do filme!… Custa pagar uma criatura para ver se o que vocês oferecem tem começo, meio e fim? Pode ver no fast… Alô! Olá!..

A ligação caiu.  Amanhã vou reclamar do telefone que está mudo há mais de um mês. Nada como um dia após o outro… para não se resolver nada.

 

Um comentário em “Que inferno!

  • dezembro 10, 2015 em 12:06 am
    Permalink

    Isso é verdade, as pessoas pagam caro e o sinal vem muito ruim, precisam mudar esses sinais :/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.