A alegre igreja de Matias em Budapeste

Quando se viaja pela Europa, o que mais se vê são castelos, fortalezas, mosteiros, basílicas, catedrais e igrejas. Confesso que estou ficando farta de tantas construções religiosas. A humanidade constrói igrejas e ignora os preceitos religiosos que também deixam dúvidas. O que mais me irrita é a riqueza, a ostentação. Quando entrei na Basílica de São Pedro, no Vaticano, cheguei a verbalizar a minha indignação: “Cristo não queria nada disso. É uma afronta a humildade!…” Continuo com essa opinião, mas a igreja de Mathias, em Budapeste, gostei. Tem riqueza, é enorme, mas algo, talvez o colorido, me tenha quebrado a crista. A Colina do Castelo é uma visita obrigatória, a começar pelo Bastião ou Baluarte dos Pescadores. Mais uma vez, divirtam-se!…

 

4 comentários em “A alegre igreja de Matias em Budapeste

  • julho 12, 2016 em 8:42 pm
    Permalink

    Impecável trabalho de Fernanda, sobre a Igreja Matias, em Budapeste!! Congrats!!

  • julho 13, 2016 em 12:24 am
    Permalink

    Adorei!!! O vídeo ficou leve e bem interessante. Parabéns mais uma vez😉

  • julho 13, 2016 em 11:28 pm
    Permalink

    Agradeço a visita. Que bom que gostou. Beijos

  • julho 13, 2016 em 11:31 pm
    Permalink

    Agradeço a visita. E o “impecável”. beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.