Segunda mensagem

nuvens

 

  • Mandou me chamar Deus?
  • A esta altura, não mandei, pedi.
  • Algum tormento novo?
  • Novo não, turbinado, como dizem lá pela Terra em português do Brasil.
  • O que o preocupa?
  • Se eu fizer uma lista vai competir com o tamanho da eternidade. É a quantidade e a qualidade dos tormentos. Tem andado pela Terra?
  • Oh, sim. Quando minha autoestima está baixa, vou. Volto revigorado.
  • – Vai sozinho?
  • – O que quer perguntar? Há algo que o Senhor não saiba?
  • Dizem que não cai uma folha de uma árvore sem que eu permita, certo?
  • É o que dizem…
  • Pois bem, você abriu a porta do Inferno?
  • Bem, Senhor…
  • Abriu ou não abriu? Abrir mesmo, não. Mas fui generoso com alguns capetinhas que me pediram para ir ao Brasil. O clima por lá está realmente infernal.
  • Eu sabia.
  • O Senhor tudo sabe.
  •  Maneira de dizer. Eu desconfiava.
  • Eles também me pediram para acompanhar os debates das eleições americanas… Há candidatos com ideias infernais, Senhor.
  • Sim, sim… Preciso tomar algumas atitudes com urgência.
  • Vai colocar em prática o Fim do Mundo, Senhor?
  • Eu nem precisaria, eles estão se adiantando nisso.
  • Então, o que vai fazer?
  • Por ora, me faça o favor de chamar os seus filhotes de volta imediatamente.
  • Senhor, eles estão se divertindo tanto… No Brasil andam no meio dos políticos e não param de rir.
  • Eu acabo perdendo a pouca paciência que me resta, aviso-lhe. Lembra-se do caos?
  • Como esquecer. Vou chamar todos de volta agora mesmo. Com a sua licença…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.